BOA INICIATIVA. Estado incentiva o fortalecimento da economia popular solidária nos municípios

Fotos: Agência Minas

ponto fixo1

 

O Ponto Fixo vai incentivar a geração de renda entre empreendedores da agricultura familiar e economia solidária


Redação Rede Hoje


As ações da Secretaria de Estado de Trabalho e Desenvolvimento Social (Sedese) de fortalecimento da economia solidária local e de consolidação das políticas públicas voltadas para esse segmento ganham cada vez mais capilaridade em Minas.

 

Na quinta-feira (15/3), a prefeitura de Diamantina, no Alto Jequitinhonha, inaugurou o Centro de Apoio à Agricultura Familiar e Economia Solidária (Caafes), no Terminal Rodoviário do município, para comercialização dos produtos da Economia Popular Solidária e dos produtores rurais da região.

 

Denominado Ponto Fixo, o espaço será utilizado para a comercialização de bens produzidos pelos empreendimentos da sede e distritos de Diamantina, a partir de uma relação comercial baseada nos princípios da economia solidária e do comércio justo solidário.

 

A iniciativa para implantação dessa loja foi das secretarias municipais de Desenvolvimento Social e da de Meio Ambiente, que reunirão, em um mesmo local, tanto o produtor rural da agricultura familiar como os empreendimentos urbanos da economia solidária.

 

O Ponto Fixo vai incentivar a geração de renda entre empreendedores da agricultura familiar e economia solidária, fomentando o comércio local.

 

Serão comercializados no espaço flores sempre-vivas, artesanato de palha e tecido, quitandas caseiras, mel, farinhas, tapetes, doces caseiros, panos de pratos, polpas de frutas, queijo, entre outros produtos, todos oriundos de empreendimentos de Diamantina, seus distritos e povoados.

 

A iniciativa da Prefeitura Municipal de Diamantina conta com a parceria da Sedese, da Câmara Municipal, da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater), do Instituto de Desenvolvimento do Norte e Nordeste de Minas Gerais (Idene), da Cáritas Brasileira, do Projeto Caminhando Juntos de Diamantina (Procaj) e da Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri (UFVJM).

 

Parcerias. Durante a inauguração da Caafes, a secretária de Estado de Trabalho e Desenvolvimento Social, Rosilene Rocha, destaca a importância das parcerias do Estado com os municípios nesse momento delicado pelo qual passa a economia do país.

 

A agricultura familiar, os artesanatos e os trabalhos que serão comercializados neste novo espaço, vão ajudar as famílias a minimizar essa fase ruim”, salienta a secretária.

 

Já a conselheira municipal de Economia Solidária, Maria da Piedade, enfatiza que este espaço é fruto de um grande aprendizado que envolve “muita solidariedade, amor e respeito”.

 

Patrícia de Jesus Santos vai vender polpa de fruta produzida na associação Agro Industria Sabor do Vale, em Maria Nunes, distrito de Diamantina. "O Ponto Fixo foi uma grande reivindicação. É nossa esperança, nossa salvação. Aqui é um espaço fácil de vender porque é na rodoviária, tem divulgação e é de fácil acesso", comemora.

 

Ações da Sedese. Dentre as ações da Sedese de consolidação da Política de Economia Solidária no Estado está o fomento à criação de espaços de comercialização para os empreendimentos solidários em Minas Gerais. Além do Ponto Fixo da Cidade Administrativa, já foram implantados de 2015 até o final do ano passado 24 espaços de comercialização da Economia Popular Solidária em Minas.


atenas-bernoulli-21112017