RECONHECIMENTO. Teatro de Patrocínio, cada vez faturando mais prêmios pelo país

O espetáculo “Não Recomendado” faz bonito outra vez fora de Patrocínio: no 13º Festival Nacional de Teatro de São João Nepomunceno(Nepopó Festival)

Fotos: Divulgação|Artur Arvelos

 

Não recomendado 3

 

Cena do espetáculo “Não Recomendado


Da redação da Rede Hoje


espetáculo “Não Recomendado” faz bonito outra vez fora de Patrocínio. Destra vez, entre os dias 31 de maio e 3 de junho de 2018, o Coletivo Recomendados e a Cia. Máxima de Teatro participaram do 13º Festival Nacional de Teatro de São João Nepomunceno(Nepopó Festival), apresentando a peça. 

Para o festival foram incorporados membros de outros grupos de teatro da cidade que trouxeram ainda mais brilho á proposta e o espetáculo “Não Recomendado” vai ganhando força e desmontando barreiras por onde passa, desde sua estreia. E os membros não medem esforços. Mesmo com uma crise nacional, mesmo sem combustível e mesmo sem verba o Coletivo viajou quase 13 horas para poder honrar seu compromisso com a arte. 

Recebem elogios como: "um espetáculo sem mentiras! Atualíssimo! Uma verdade absoluta! Uma construção de realidades! Se todos tivessem a oportunidade de assisti-lo como eu tive, provavelmente os dias teriam um amanhecer mais cheios de luz. O espetáculo faz uma transposição daquilo que se mostra ser e das consequências daquilo que por preconceito, ou seja, por outro motivo deixamos de agir e viver uma realidade. Poderia falar muitas coisas, até criar um prólogo... mas vou me contentar em apenas dizer... Emocionante!!!” disse o coordenador do 13º Nepopó Festival, Ney Moraes, sobre o espetáculo "Não Recomendado".

 

Não Recomendado

 

Essa é mais uma ação que prova a grandeza do teatro patrocinense

 

Para que não conhece, o Nepopó Festival é um festival de teatro de nível nacional, muito agraciado pelos grupos que participam. A organização sempre é exemplar e a cidade de Nepomuceno recebe os grupos como se dela já fossem parte. "Estar em um festival dessa magnitude é uma experiência formidável, são momentos em que os artistas de teatro emergem no fazer artístico e nas trocas que a vivência proporciona", garantem os atores, diretores e técnicos de Patrocínio.

O ator Vitor Silva foi premiado como "melhor ator mirim", a atriz e diretora Flávia Arvelos foi premiada com "melhor atriz coadjuvante de drama" e o ator Lindomar Luis Da Silva recebeu indicação de melhor ator coadjuvante na categoria drama.

 

Pela Cia. Máxima os atores Paulinho de Lima e Carol Souza, foram indicados a melhores atores e atriz respectivamente na categoria “Rua”.

 

Essa é mais uma ação que prova a grandeza do teatro patrocinense. Nossos artistas merecem ser valorizados e apoiados a cada dia mais. Não há pontos em que a arte não pode tocar, não há barreiras que ela não possa sacudir. O teatro é e pode ser cada dia mais uma forma de intervenção social em nossa cidade.

095

A cia promete mais uma apresentação da peça “Não Recomendado”, breve em Patrocínio.


29052018-bellaforma