TURISMO. Cinco municípios do Mato Grosso contemplados no programa Investe Turismo

Programa contempla Cuiabá, Nobres, Poconé, Chapada dos Guimarães e Cáceres  com ações que desenvolverão o setor turístico do Mato Grosso

Foto: Arquivo|Rede Hoje 

 caceres3

Ponte sobre o Rio Paraguai em Cáceres-MT


DA REDAÇÃO DA REDE HOJE


Cuiabá, Nobres, Poconé, Chapada dos Guimarães e Cáceres serão os primeiros municípios do Mato Grosso a serem contemplados no programa Investe Turismo. Desenvolvido pelo Ministério do Turismo, em parceria com a Embratur e o Sebrae, o projeto foi apresentado ao trade do estado nesta segunda-feira (15). A iniciativa tem o objetivo de aumentar a capacidade turística da região, gerando emprego e renda para a população. Ao todo, 30 rotas de todo o país estão inseridas na primeira etapa do programa com investimento na ordem de R$ 200 milhões. 

O secretário nacional de Desenvolvimento e Competitividade do Turismo, Aluizer Malab, abriu o evento e iniciou sua fala parabenizando o estado pelo interesse em desenvolver o turismo na região. “Eu acho que é importante quando temos vontade política e estamos dentro da agenda do governo. Aqui, a gente percebe isso com clareza. Em todas as conversas sobre turismo, tenho visto que todos têm o mesmo sentimento: potencialidade é a palavra de ordem”, destacou. 

cuiaba

Avenida Fernando Corrêa da Costa em Cuiabá-MT. 

Ainda em seu discurso, o secretário do Ministério do Turismo pontuou a importância do setor para o desenvolvimento não só de Mato Grosso, mas de todo o Brasil. "Essa indústria limpa do turismo nos traz uma possibilidade muito bacana de criação de emprego. A gente precisa de mão de obra para realizá-la e isso significa mais trabalho para a população”, finalizou. 

O governador do Mato Grosso, Mauro Mendes, também esteve presente no lançamento e destacou a potencialidade turística do estado para o desenvolvimento da região. "Nós temos aqui diversas riquezas e cabe a nós fazer essa parceria com o Sebrae e o Ministério do Turismo para um planejamento de verdade. As boas decisões são aquelas que atendem o interesse da nossa população ", concluiu. 

Para o secretário estadual de Desenvolvimento Econômico e Turismo do Mato Grosso, César Miranda, o Investe Turismo é só o início de uma série de ações para o aumento da movimentação turística no estado. "Nós estamos construindo um novo projeto de desenvolvimento para o Mato Grosso e não existe desenvolvimento sem falar em turismo. É uma indústria limpa, que gera emprego e movimenta a economia", complementou Miranda. 

Entre as ações propostas pelo programa estão o aprimoramento dos atrativos turísticos dos estados brasileiros, a comercialização dos destinos e a atração de investimentos e apoio ao acesso a linhas de crédito e fontes de financiamento. Além disso, a iniciativa trabalha para a união dos setores público e privado no intuito de preparar e promover o serviço turístico da rota mato-grossense, que tem como ponto forte o turismo de natureza e o ecoturismo.

 prainha

Prainha: um dos muitos pontos turísticos de Cáceres-MT 

As rotas turísticas estratégicas são o agrupamento da oferta turística de um ou mais municípios para fins de planejamento, gestão, atração de investimentos e promoção. Dentre os critérios utilizados para seleção das rotas estão a participação de municípios incluídos no Mapa Brasileiro do Turismo 2018 e classificados nas categorias A, B, C ou D; ter destinos já promovidos em âmbito nacional pelo Ministério do Turismo e pelo menos um consolidado no mercado internacional; além de ter patrimônios mundiais da humanidade eleitos pela Unesco. 

INVESTIMENTOS - O Ministério do Turismo tem destinado recursos crescentes para a infraestrutura turística no Mato Grosso. Desde 2003, ano da criação do órgão, a Pasta já destinou R$ 197 milhões para cerca de 400 projetos que contemplam desde a construção de parques e pavimentação de estradas até a construção de um terminal turístico. Além disso, o estado teve dois projetos aprovados com o Selo +Turismo que somam R$ 300 milhões em investimentos. A ideia é alavancar a infraestrutura aos visitantes e promover pesquisas e planejamento do mercado turístico no estado. Em todo o Mato Grosso, 1.685 prestadores de serviços turísticos já se encontram no Cadastur (Cadastro de Prestadores de Serviços Turísticos) do Ministério do Turismo. 

AGENDA – Durante a agenda em Mato Grosso, o secretário nacional de Desenvolvimento e Competitividade do Turismo, Aluizer Malab, se reuniu, antes do lançamento do programa Investe Turismo, com o governador do Mato Grosso, Mauro Mendes, e conheceu os projetos do estado para o desenvolvimento do setor na região. Entre as ações está o aprimoramento da infraestrutura e dos serviços turísticos da Chapada dos Guimarães, uma das portas de entrada do turismo local e uma das regiões beneficiadas pelo programa do MTur. 

Ainda no estado, o secretário do Ministério do Turismo visitou a Orla do Porto, principal ponto turístico de Cuiabá. O local conta a história da cidade e recria alguns dos primeiros monumentos arquitetônico da capital mato-grossense. O Mercado Municipal e o Rio Cuiabá também fizeram parte da programação de visitas a atrativos da cidade.


bellaforma 31012019