Jornalista argentina que cobria a Copa morre em capotagem na BR-381

Mulher estava com mais dois colegas no carro, que seguia para Belo Horizonte depois de jogo da seleção argentina no Itaquerão

acidente
Parte da frente do carro ficou destruída

Uma jornalista argentina morreu, na madrugada desta quarta-feira (2), em um acidente na BR-381, na altura de Oliveira, na região Centro-Oeste do Estado. O carro em que a profissional estava capotou e caiu em uma ribanceira. Ela seguia para Belo Horizonte após cobrir o jogo da seleção argentina contra a Suíça, em São Paulo, pela Copa do Mundo.
 
De acordo com as primeiras informações da Polícia Rodoviária Federal, o acidente aconteceu na altura do KM 619,5 por volta de 1h. Maria Soledad Fernandes e mais dois colegas de trabalho estavam em um Fiat Doblô.

Fernando Javier Bruno, 41, e  Juan Daniel, de 43,  foram socorridos e levados para o Hospital Municipal de Betim, na região metropolitana de Belo Horizonte. O estado de saúde dos feridos ainda não foi divulgado.

As causas do acidente ainda não foram esclarecidas. No entanto,  a polícia conseguiu localizar um Golf em um posto de combustíveis com a parte da frente amassada. O motorista afirmou que tinha colidido contra uma caminhão. Ele foi encaminhado à delegacia da cidade para prestar esclarecimentos.

Segundo a assessoria de imprensa da Polícia Civil, o delegado que vai ouvir o homem, Douglas Camarano de Castro, está a caminho da delegacia.

A consulado da Argentina está ciente do caso e o cônsul Mariano Guida segue para Oliveira.

(O Tempo)